VÍDEOS

A comunicação formativa é uma das principais estratégias de promoção da agroecologia do Cepagro. Em nossos projetos, buscamos sempre incorporar a produção de publicações e audiovisuais. Conheça algumas das nossas produções clicando nos títulos e imagens abaixo. Confira também nosso CANAL NO YOUTUBE. 

REVOLUÇÃO DOS BALDINHOS: GESTÃO COMUNITÁRIA DE RESÍDUOS ORGÂNICOS E AGRICULTURA URBANA
Uma comunidade da Grande Florianópolis que, através da mobilização social e da capacitação em compostagem, passou a tratar localmente seus resíduos orgânicos, gerando renda com a venda do composto e promovendo a agricultura urbana. Conheça a Revolução dos Baldinhos, iniciativa que desde 2008 vem fazendo a diferença na Comunidade Chico Mendes, em Florianópolis.

REDE SAFAS – TRAZENDO A FLORESTA PARA DENTRO DA ROÇA
Plantar, manejar, consorciar, integrar. Praticar uma agricultura sustentável com a floresta. Combinar produção de alimentos com conservação ambiental. Recuperar áreas degradadas através da agroecologia. Essas são algumas das práticas e princípios dos Sistemas AgroFlorestais Agroecológicos (SAFAs). Neste audiovisual, conheceremos algumas experiências em SAFAs da Região Sul do Brasil e seus atores: agricultoras e agricultores que os cultivam, pesquisadores e pesquisadoras que buscam melhorá-los, técnicos e técnicas que os assessoram. A articulação dessas iniciativas e seus protagonistas forma esta Rede que busca conectar e dar visibilidade a essas diversas experiências, promovendo o diálogo entre pesquisa, técnica e prática para superar os desafios e inspirar o desenvolvimento das agroflorestas, trazendo cada vez mais a floresta pra dentro das roças.

AGROECOLOGIA: UMA ALTERNATIVA AO CULTIVO DE TABACO 
As histórias das famílias que desejam ou conseguiram mudar do cultivo de fumo para o de alimentos orgânicos e a metodologia de trabalho do Cepagro para assessorá-las são o foco deste vídeo. As atividades retratadas foram desenvolvidas entre 2014 e 2016, no escopo do projeto de Diversificação na Fumicultura que o Cepagro realizou junto a 100 famílias de agricultores de Major Gercino, Nova Trento e Leoberto Leal (SC), com apoio do Fundo para Reconstituição de Bens Lesados do Ministério Público de Santa Catarina.

CONHECENDO EXPERIÊNCIAS, PROMOVENDO ALTERNATIVAS AO CULTIVO DE TABACO
Vídeo sobre a Visita Técnica Internacional que aconteceu em Santa Catarina no final de março 2016, para discutir a implementação do Artigo 17 da Convenção-Quadro para Controle do Tabaco, que versa sobre a promoção de alternativas socioeconomicas para os trabalhadores que dependem da indústria do tabaco. Representantes do Governo Federal e de ministérios do Uruguai, Jamaica e Filipinas vieram conhecer as experiências em diversificação na fumicultura de famílias que fizeram a transição para o cultivo de alimentos orgânicos.

HORTAS PEDAGÓGICAS
Vídeo sobre o trabalho do Cepagro com Hortas Pedagógicas. Entre 2010 e 2013, tivemos uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis para assessorar o Programa Educando com a Horta Escolar e a Gastronomia em mais de 80 escolas da capital. Ao longo destes anos, desenvolvemos e trabalhamos nossa Metodologia de Hortas Pedagógicas, que combina o calendário escolar com o agrícola. Conheça um pouco mais sobre ela neste vídeo.

AGROECOLOGIA NO PARQUE ESTADUAL DO RIO VERMELHO 
Em dezembro de 2013, o CEPAGRO – Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo -, é contratado pelo órgão ambiental do Estado de Santa Catarina (FATMA), para administrar conjuntamente o Camping do Parque Estadual do Rio Vermelho, uma área de uso público em Unidade de Conservação, localizada em Desterro/Florianópolis/SC. As diversas práticas da ONG no local mobilizam a comunidade do entorno por meio da Gestão Agroecológica, transformando o espaço em um centro de referência em sustentabilidade e educação ambiental. Em 2 anos e meio de gestão do CEPAGRO, concluída em maio de 2016, são realizadas ações de turismo ecológico conectadas à uma série de atividades educativas e de gestão ambiental, como compostagem, viveiro de plantas nativas, hortas, agroflorestas, coleta seletiva dos resíduos e áreas de restauração ambiental.

ENGENHOS DA CULTURA – TEIAS AGROECOLÓGICAS 
A força da cultura agroalimentar ligada aos engenhos de farinha de mandioca de Santa Catarina e sua possibilidade de ressignificação através da agroecologia são o mote de onde surgem as diversas ações apresentadas nesta publicação, composta de e-book e vídeo, que também retrata a trajetória da Rede Catarina Slow Food e parceria entre os Convívios Engenhos de Farinha e Mata Atlântica.

COLEÇÃO SABER NA PRÁTICA
Audiovisuais com sistematização de metodologias de trabalho do Cepagro em quatro eixos: Agricultura Urbana, Certificação Participativa, Banheiros Secos e Diversificação Produtiva. Vídeos realizados com apoio da Fundação Inter-Americana (IAF).

Agricultura Urbana
Neste volume apresentamos a trajetória do Cepagro com as práticas em Agricultura Urbana, das primeiras vivências em comunidades de Florianópolis aos espaços políticos e consultivos ocupados pela organização, passando pelas Hortas Escolares e a Revolução dos Baldinhos.

 

 

Certificação Participativa
Relativamente novo no Brasil, o Sistema Participativo de Garantia é um método de certificação baseado no controle social, que além de oferecer as garantias exigidas pela Lei configura-se como um importante  processo de fortalecimento da agricultura familiar agroecológica. A Rede Ecovida, que atualmente certifica quase 2000 famílias no Sul do
Brasil através de um OPAC (Organismo Participativo de Avaliação  da Conformidade) teve um papel decisivo na construção da  legislação brasileira. Conheça neste audiovisual as histórias das famílias e da atuação do Cepagro neste processo.

Banheiro Seco – Saneamento com princípio agroecológico e resposta à crise da água
A transformação de dejetos humanos em fertilidade para o solo é conhecida desde a antiguidade, e é uma alternativa de grande relevância para locais sem saneamento e/ou de muita seca, como no Nordeste brasileiro.

 

 

Diversificação Produtiva Alternativas ao Cultivo de Tabaco
A produção de tabaco é uma realidade para cerca de 48 mil famílias de agricultores em Santa Catarina. A integração com a indústria fumageira é tida por muitos como a única solução produtiva, em vista das facilidades de crédito e compra garantida, frente a obstáculos como distância dos mercados consumidores e pouco conhecimento de alternativas. Gradativamente a insatisfação dos fumicultores, sujeitos a moléstias como a doença da folha verde e à exploração pelo mercado do fumo, encontra esperança em processos continuados de construção de alternativas, tendo como paradigma a agroecologia.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: