Mãos à horta! Projeto “Educando e Transformando com a Horta em São José” inicia atividades práticas em 2 escolas

Após um longo período somente com atividades virtuais e vídeo aulas, aos poucos o projeto “Educando e Transformando com a Horta em São José” está retomando as atividades presenciais. Observando sempre os cuidados necessários, a agrônoma Karina de Lorenzi, da equipe do Cepagro, tem semanalmente realizado reuniões e atividades práticas no CEM Escola do Mar Flavia Scarpelli Leite e no Centro Educacional Municipal Santa Terezinha, ambas em São José. Além disso, o projeto mantém a produção de vídeo aulas para atender os/as estudantes que estão no ensino remoto. 

“A gente está em conversa com as escolas desde fevereiro, realizando o planejamento das atividades com os/as profissionais das unidades. Em março fizemos um diagnóstico das escolas, apresentação do projeto para comunidade escolar e iniciamos as atividades no formato híbrido, com presencial e também com vídeo aulas”, explica Karina. Na sala de aula, Karina conversou com as turmas sobre o que é Agroecologia e vem projetando junto com os/as estudantes como fazer a horta. “Pensamos juntos/as como vai ser, em qual espaço da escola que seja mais adequado ao plantio, os materiais que são necessários, onde vamos consegui-los”, afirma a agrônoma.

Além desse caráter participativo, outra característica da metodologia de hortas pedagógicas do Cepagro implementada no projeto é criar diálogos entre as disciplinas escolares e o trabalho na horta. “Iniciamos trabalhando principalmente com as professoras nas disciplinas de História e Geografia, falando sobre a origem da agricultura, das plantas, sobre o solo”, diz Karina “Quando a Karina chegou e  trouxe pra sala o planisfério, globo terrestre, sementes para falar sobre a origem dos alimentos, veio ao encontro do que estávamos trabalhando: a superfície terrestre, planeta terra, povos que

foram habitando as Américas e como apropriar-se da agricultura colaborou na sedentarização”, explica a professora Clarisse da Luz Nascimento, que trabalha com os 5ºs anos do Centro Educacional Municipal Santa Terezinha. “E as crianças começaram a fazer essa associação: pra morar, preciso ter um ambiente bom e agradável. Na sequência, foram a campo para escolher o melhor local para fazer a horta. Foi incrível”, completa. 

Na Escola do Mar, o trabalho nos canteiros já começou, com os trabalhos sobre o solo e a diversidade no plantio agroecológico. No Centro Educacional Santa Terezinha, estão começando as atividades de compostagem e a montagem dos canteiros. O projeto Educando e Transformando com a Horta em São José conta com apoio do Instituto MRV e vai até dezembro de 2021.  Ao todo, 237 estudantes e 10 professoras/es nas 2 escolas participam das atividades. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s