Imbuia sediará Encontro da Rede Ecovida de Agroecologia

O Encontro de Núcleo Litoral Catarinense da Rede Ecovida de Agroecologia já tem data e local certos: será nos dias 9 e 10 de setembro, em Imbuia, a convite do grupo Semear Sementes para o Futuro, que reúne agricultores deste município e de Leoberto Leal. Na última 5ª feira, 6 de agosto, os anfitriões estiveram reunidos com representantes de outros 8 grupos no Camping do Rio Vermelho para discutir e encaminhar diversas questões referentes ao Encontro, cuja última edição aconteceu na comunidade do Pinheiral, em Major Gercino.

Logo Encontro Núcleo Imbuia

Dentre os principais encaminhamentos, estipulou-se a data de 20 de agosto para que os grupos enviem o número de participantes para o email flaviamundstock@hotmail.com.  Tal levantamento é extremamente importante para que os grupos possam organizar sobretudo a questão da alimentação. Para o alojamento, haverá vagas em uma propriedade de Imbuia. Clique aqui para ver a programação.

Além da pauta do Encontro, a reunião também foi um momento de troca entre os membros da Rede e representantes do poder público. O diretor de proteção de ecossistemas da FATMA, Tenente-coronel Márcio Luiz Alves, fez uma explanação sobre o Parque do Rio Vermelho e outras unidades de conservação do estado (foto abaixo). Explicou também a inserção do Cepagro na administração do Camping, ressaltando seu processo de recuperação.

????????????????????????????????????

Atendendo a uma demanda sobre o debate levantado pelo grupo de Itapema – certificação de agricultores urbanos – o coordenador do eixo urbano do Cepagro, Marcos José de Abreu, traçou um panorama da atuação da organização na cidade. A articulação de hortas comunitárias, a formação com profissionais dos Centros de Saúde e Assistência Social e a gestão de resíduos orgânicos foram alguns dos tópicos abordados.

DSC_0096Outro momento importante foi com a presença das nutricionistas Sanlina Hülse e Raquel Erdmann (foto), do Departamento de Alimentação Escolar da Prefeitura Municipal de Florianópolis. Elas falaram sobre a aquisição de produtos da agricultura familiar para alimentação escolar, esmiuçando questões como o funcionamento da chamada pública de alimentos, especificações dos produtos e dinâmica de entregas em Florianópolis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s