Gestão de resíduos sólidos focada na compostagem reúne representantes de todo o Brasil na próxima semana

Na próxima semana, de 23 a 28/03, Florianópolis sedia a 1a. edição da “Formação em Gestão Comunitária de Resíduos Orgânicos: a Compostagem no contexto da Agricultura Urbana.” Contando com representantes de todo o país, o evento acontecerá no Camping do Parque Estadual do Rio Vermelho sob a organização do Cepagro.

CARTAZformação-em-compostagem2

O analista ambiental Lúcio Costa Proença, do MMA (Ministério do Meio Ambiente), participa da mesa redonda aberta ao público (23/03, 14h), contribuindo com os parâmetros da legislação que rege os processos de reciclagem da matéria orgânica, com o foco na compostagem termofílica – método controlado de transformação dos resíduos em fertilizantes. Ao lado de Proença, apresentam-se os agrônomos André Vallim, do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), trazendo elementos sobre o uso de adubos a partir de resíduos urbanos na agricultura orgânica, e Richard Müller, professor da UFSC que foi responsável pela criação e manutenção do maior pátio de compostagem em uma universidade brasileira, que chegou a reciclar mais de 1 tonelada diária de resíduos orgânicos.

Ao longo da semana, os participantes entrarão em contato com experiências práticas do manejo da compostagem, em diferentes escalas e realidades. Na quarta-feira haverá 3 visitas: a primeira será ao pátio da COMCAP, que possui convênio com geradores de médio porte (supermercados e restaurantes) para reciclagem da fração orgânica. Em seguida será visitada a Família Casca, coordenada pela FLORAM, voltada para os moradores do bairro Córrego Grande. A última visita do dia acontece no SESC/ Hotel Cacupé, cujo programa ambiental contempla a reciclagem de todas as sobras orgânicas do próprio local, além de receber os resíduos das unidades Prainha e Estreito.

Haverá ainda visitas, na quinta, a projetos de compostagem em nível escolar e residencial. Por fim, na sexta, será visitado o projeto Revolução dos Baldinhos, na comunidade Chico Mendes (Bairro Monte Cristo), que recebeu em 2013 o 2o. lugar no prêmio de Tecnologias Sociais da Fundação Banco do Brasil, e cujo modelo será replicado neste ano em empreendimentos de habitação popular Brasil afora.

Como resultado da Formação, os participantes serão convidados a elaborar 3 modelos distintos de gestão comunitária de resíduos orgânicos, voltados a um bairro, uma comunidade e um condomínio popular. Por fim, serão ilustradas as relações entre a Agricultura Urbana e a compostagem, momento que será coordenado pelo agrônomo Marcos José de Abreu, um dos idealizadores da Revolução dos Baldinhos e atualmente presidente do CONSEA/Santa Catarina (Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional), órgão consultivo lotado junto ao gabinete da presidência da república.

 Serviço: “Formação em Gestão Comunitária de Resíduos Orgânicos: a Compostagem no contexto da Agricultura Urbana.”

Mesa-redonda aberta ao público: 23/03/2015, às 14h (CONFIRMAR presença pelo e-mail: cepagro@cepagro.org.br)

Data e horários da programação geral (público fechado): de 23 a 28/03/2015 (segunda á sábado), das 8 às 18h30 (no sábado o evento encerra-se após o almoço)

Local: Camping do Parque Estadual do Rio Vermelho

Público-alvo: representantes ministeriais, agentes comunitários, estudantes relacionados com o tema

Contatos para produção de pautas: Jornalista Ana Carolina Dionísio (48 9633-9320); Eng. Agrônomo e Mestre em Agroecossistemas Marcos José de Abreu (48 9926-6422)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s