Oficina da Rede Mobilizadores revela interesse sobre o tema Agricultura Urbana

por: Rede Mobilizadores (www.mobilizadores.org.br)

Apesar de ser uma atividade ainda pouco divulgada e de não contar com políticas públicas de estímulo, a agricultura urbana vem sendo desenvolvida em cidades de todo o Brasil. Uma demonstração da diversidade de práticas aconteceu durante a oficina online, que a Rede Mobilizadores promoveu sobre o tema, de 19 a 23 de agosto.

cartaz-curso-online

Diversos inscritos relataram suas experiências com hortas que mantêm em casa ou em espaços coletivos, como escolas, entidades assistenciais, hospitais, centros de atendimento psicossocial, etc., e trocaram informações e conhecimentos.

A oficina contou com 349 inscritos, dos quais 97 participaram do minifórum, expondo suas experiências e esclarecendo dúvidas, especialmente sobre insumos necessários para implantação de hortas, controle de pragas, adubação e implantação de composteiras.

Um dos participantes, José Joaquim Brandão Neto, de Montes Claros (MG), atuou como moderador informal da oficina, dando dicas, propondo discussões e até mesmo respondendo a várias dúvidas.

A atividade foi facilitada por Marcos José de Abreu, engenheiro Agrônomo do Centro de Estudos e Promoção da Agricultura de Grupo (Cepagro) e presidente do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional de Santa Catarina (Consea-SC). Ele foi um dos coordenadores do projeto de agricultura urbana “Revolução dos Baldinhos”, desenvolvido em Florianópolis (SC).

A iniciativa começou a ser desenvolvida, em janeiro de 2009, na comunidade Chico Mendes, após um surto de leptospirose, doença transmitida pela urina de ratos. Para tentar evitar que ruas da comunidade continuassem sendo o destino final do lixo, foram distribuídos aos moradores pequenos recipientes para separação domiciliar do lixo orgânico.

Esses recipientes passaram a ser recolhidos de casa em casa e levados para um terreno onde sofrem um processo de compostagem termofílica, dando origem a um composto orgânico que é distribuído aos moradores participantes do projeto para adubação de hortas em suas casas e em escolas. Hoje, o projeto envolve cerca de 200 famílias, recicla aproximadamente 15 toneladas de resíduos orgânicos por mês, e conta com hortas em 30 quintais e nove escolas.

Diante do interesse despertado pelo tema e da grande participação, o facilitador propôs a realização de uma segunda edição da oficina para aprofundar a aprendizagem e a troca de experiências.

As oficinas são realizadas no site da Rede Mobilizadores (www.mobilizadores.org.br).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s